domingo, 3 de dezembro de 2017

Ano 2018



CONJUNTURA ASTROLÓGICA
Ano 2018

O ano 2018, será marcado por importantes posicionamentos astrológicos tais como: a continuação presença de Júpiter em Escorpião; a presença de Saturno em Capricórnio, acompanhado por Plutão que já se encontra nessa constelação; a entrada de Urano em Touro.

Com tudo isto, o ano de 2018, traz consigo o apelo para a grande elevação de consciência dos seres humanos, ou seja, 2018 deverá ser o ano em que existirá um apelo ainda maior para que se viva com consciência= amor + sabedoria.

Durante o ano de 2018, assistiremos ao colapso de várias instituições e figuras sociais, bem como assistiremos a diversas situações, quer de iniciativa da natureza, quer de pura consequência das ações humanas, que demonstrarão claramente, que não é mais viável, querermos encontrar a felicidade fora de nós: em bens materiais, dinheiro, ilusões de poder.

2018, traz consigo a necessidade de aprendermos, tomarmos consciência e fazermos melhor que os nossos antepassados. 

A humanidade ao longo dos milénios tem evoluído muito ao nível tecnológico, mas muito pouco ao nível da consciência das corretas relações de toda a ordem. 

As permanentes lutas pelo poder, têm marcado a nossa história, saibamos todos nós alterar o curso da história e sejamos capazes de viver a verdadeira fraternidade universal.

No próximo ano, devido aos acontecimentos que estão a caminho, seremos convidados a lidar com os bens materiais e com os recursos do planeta terra de outra forma, será tempo de entendermos que a matéria é um meio e não um fim em si mesma.

Muito do que é obsoleto, nas estruturas políticas, sociais e empresariais do nosso planeta, será mostrado à luz do dia e com esses acontecimentos, seremos impelidos a descobrir a verdadeira vida, sem medo, mas sim com amor.

Cada um de nós não é perfeito, mas se cada um de nós viver com a atenção necessária a cada momento e a cada situação, construiremos uma melhor realidade para todos.

Feliz e Consciente 2018.
Abraço

Jorge Carvalho

Jorge Carvalho - Orientação Astrológica
Encontre-se, Entenda-se, Construa o seu Caminho!!
Torres Vedras e Online.
910 524 064
jdgcarvalho@gmail.com

sábado, 25 de novembro de 2017

Expectativa vs Consciência


Fará sentido viver em expectativa permanente?

Quando eu tiver uma relação?

Quando eu for rico?

Quando eu for feliz?

Quando eu chegar ao topo da carreira?

Quando eu chegar à reforma?

Enquanto viver em expectativa, não está a viver, está a sobreviver e não vive portante o único tempo em que se pode mesmo viver: o presente.

É aqui e agora que se constrói a felicidade, colocar a sua felicidade na mão de algo ou de alguém, não é nada mais nada menos que viver escravo.

Viva intensamente agora, a felicidade constrói-se quando assumimos a responsabilidade de a construir de forma autónoma no presente.

E o melhor, é que pode começar a viver já.

Abraço
Jorge Carvalho

Jorge Carvalho - Orientação Astrológica
Encontre-se, Entenda-se, Construa o seu Caminho!!
Torres Vedras e Online.
910 524 064
jdgcarvalho@gmail.com

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

E que a Vida se manifeste...



Tantas vezes, tantos de nós sentem medo.

Tantas vezes, tantos de nós ficam apreensivos e preocupados com o futuro que a Vida lhe reserva.

Quando estamos alinhados connosco mesmos, com o nosso caminho, com o nosso propósito, a vida flui e leva-nos pelos caminhos que são melhores para nós.

Já dizia o Professor Agostinho da Silva: "Não faço planos para a vida, para não estragar os planos que a vida tem para mim."

Esta frase é de uma profunda sabedoria, pois Agostinho da Silva, estava alinhado com a sua missão com o seu propósito e confiava na vida, confiava na sua própria essência.

Quando conhecemos o nosso propósito, confiamos na vida, deixamos que a vida se manifeste.

Abraço
Jorge Carvalho

Jorge Carvalho - Orientação Astrológica
Encontre-se, Entenda-se, Construa o seu Caminho!!
Torres Vedras e Online.
910 524 064
jdgcarvalho@gmail.com

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Em que casa vive?


Em que casa vive?

Na casa da vida exterior ou na casa da vida interior?

Se a sua resposta for: na casa interior, não deixa de viver a sua vida exterior, mas vive mais consciente.

Viver na casa interior, significa viver dentro de nós e entre outras coisas, entender conscientemente, que a felicidade, vem de dentro de nós e não de fora de nós.

Quando achamos que a felicidade vem de alguém exterior a nós ou de algo, tal como um bem material ou alguma forma "ilusória" de poder, estamos a colocar a nossa felicidade individual na mão de algo que não controlamos.

É por isso que vivemos uma vida inteira numa busca incessante, de algo ou de alguém que nos faça felizes, quando a felicidade vive dentro de nós.

É também por isso que temos esgotado de uma forma completamente insustentável os recursos do planeta e é por isso também que a história da humanidade é marcada por guerras e disputas de poder.

Está na sua mão, a capacidade de olhar para dentro e pacificar-se consigo.

Quando se vive na casa interior, vive-se a vida no dia-a-dia, num estado de atenção diferente, que nos permite viver com mais consciência, entendendo o quão desnecessários são a maior parte dos conflitos e preocupações.

Viver dentro de nós é uma auto-descoberta permanente, que nos permite buscar em nós o amor, o verdadeiro amor, que é a capacidade de amarmos todos os seres à nossa volta, estando disponíveis para criar a harmonia, sem esperar nada em troca.

O amor é a chave para resolver todas as nossas angústias, conflitos e receios e é sem dúvida a chave para mudar o mundo.

Quer mudar o mundo? Mude-se a si em primeiro lugar, descubra-se.

Abraço
Jorge Carvalho

Jorge Carvalho - Orientação Astrológica
Encontre-se, Entenda-se, Construa o seu Caminho!!
Torres Vedras e Online.
910 524 064
jdgcarvalho@gmail.com


domingo, 8 de outubro de 2017

A Importância da Centragem Interior


Todos os dias deparo-me com problemas na vida das pessoas, que apenas são desafios, porque as pessoas estão centradas sob um ponto de vista das coisas que a meu ver é incorrecto e é o que cria esses mesmos desafios.

O facto de permanentemente a maioria de nós procurar a felicidade, o consolo, a satisfação em outras pessoas ou em factores materiais, eventos e uma série de outras coisas exteriores à sua vida interior, é o que causa aquilo a que chamo falta de centragem.

E essa mesma falta de centragem é o que causa uma série de frustrações, desilusões e dissabores, porquê?
      Porque se constantemente criamos expectativas em encontrar felicidade em algo exterior a nós, constantemente nos iremos desiludir e frustrar, pois estamos a colocar a nossa felicidade nas mãos de outra pessoa ou de algum factor externo e então estamos a tornar-nos escravos de algo.

Qual a "receita" para quebrar este padrão e renovar o ciclo?
      Fazer um trabalho interior de centragem. Sim isso mesmo de centragem, a centragem como lhe chamo consiste na capacidade de buscarmos a felicidade no local correcto, ou seja dentro de nós mesmos.

E esta forma de ser, não corresponde a egoísmo, mas sim a amor próprio, quando nos tornamos auto-suficientes emocionalmente, obtemos uma preciosa liberdade, que nos permite relacionar-mo-nos com os outros de uma forma altruísta pois já não pretendemos nada em troca e desta forma, aprendemos a amar, pois amar é um sentimento verdadeiramente incondicional e abnegado.

Para conseguirmos fazer gradualmente a nossa auto-centragem é necessário que sejamos capazes de tirarmos tempo para nos recolhermos connosco mesmos. Seja em casa ou noutro local.

Recomendo também que nesses momentos esteja em silêncio ou acompanhado por música calma e tranquila, para que gradualmente, possa reentrar dentro de si e reencontrar-se.
      E gradualmente dia após dia, momento após momento, encontrar-se-à a si próprio e descobrirá a libertação que é aprender a fazer-se auto-feliz, para um dia poder também fazer os outros verdadeiramente felizes.

Um coração com medo de perder algo, está vazio de amor, mas um coração cheio de amor, nada teme.

Abraço
Jorge Carvalho

Jorge Carvalho - Orientação Astrológica
Encontre-se, Entenda-se, Construa o seu Caminho!!
Torres Vedras, Lisboa, Online.
910 524 064
jdgcarvalho@gmail.com

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Profundo Mergulho - Júpiter em Escorpião


No próximo dia 11 de Outubro de 2017, Júpiter irá iniciar o seu percurso na constelação do signo escorpião e com este novo período astrológico, espera-nos a todos um: Profundo Mergulho.

E que profundo mergulho é este?

É o mergulho nas questões que habitualmente camuflamos e fingimos não ver na nossa vida, é um mergulho que nos pede e impele a provocarmos na nossa vida, verdadeiras mudanças e não apenas mudanças no sofá ou na utopia da nossa confortável inércia.

Neste período que se irá prolongar até 9 de Novembro de 2018, seremos confrontados, não com o desconhecido, mas com o conhecido, ignorado e de solução eternamente adiada.

Ou seja é uma fase que pede a capacidade de nos superarmos no sentido de nos tornarmos seres humanos melhores, é já tempo de conseguirmos ter correctas relações uns com os outros, é já tempo de sermos capazes de nos colocarmos em causa de modo a que possamos crescer e por conseguinte podermos viver de forma aberta e não defensiva.

Neste período em que Júpiter transitará o signo de Escorpião, os podres do estilo de vida que prosseguimos, ficarão mais do que evidentes:
-A forma insustentável como nos relacionamos em geral, procurando o poder pessoal e ignorando a capacidade de amar abertamente, capacidade essa que nos devolverá orespeito por todos os seres.
-A maneira insustentável, como utilizamos os recursos do planeta, numa inconsciente e incessante busca da felicidade fora de nós.
-A  atitude insustentável de procurar permanentemente o conflito na ilusão de obter um poder, que na realidade nem sequer existe.

Nesta altura é de suma importância entender que onde há medo, não há amor e onde há amor, não existe sequer espaço para o medo.

Então porquê continuar a viver em função do medo inconsciente? Já agora, tem consciência dos seus medos?

Vença o medo enchendo o seu coração de amor, se este estiver cheio de amor, não haverá espaço para o medo e não falo do amor romântico, falo do amor incondicional e universal, por tudo e por todos sem defesas.

Já se apercebeu do quão frágil é o estilo de vida da nossa sociedade, baseado na carência e no medo? Basta que nos falte o petróleo e lá se vai a vida que consideramos estável.

Esta sociedade vive em permanente medo que lhe falte algo e então tenta ter tudo, tudo esse que na realidade nada é. O verdadeiro tudo vive em corações cheios de amor.

Então é isso mesmo que Júpiter em Escorpião vem mostrar: os nossos medos e o caminho de rendição à vida, para que os mesmos medos sejam vencidos.

Não queira controlar algo que não é controlável: a Vida.

Com Júpiter em Escorpião, não dá mais para fingir que tudo está bem, muito menos no mais íntimo de nós.

Para nos transformar-mos saibamos ser um santo graal, que recebe a vida de forma desapegada, em vez de sermos eternos lutadores exaustos à conquista de um imenso nada, que ilusoriamente achamos ser tudo.

Abraço
Jorge Carvalho

Jorge Carvalho - Orientação Astrológica
Encontre-se, Entenda-se, Construa o seu Caminho!!
Torres Vedras, Lisboa, Online.
910 524 064
jdgcarvalho@gmail.com



quinta-feira, 21 de setembro de 2017

CONJUNTURA ASTROLÓGICA 25 de Setembro a 25 de Outubro de 2017



Este período assinala-se astrologicamente, pela passagem do sol pelo signo balança e pelo grande trígono entre saturno, urano e o nó norte da lua, bem como pelo ingresso de júpiter em escorpião.

Assim sendo, neste período a Vida pede-nos a todos a capacidade de deixarmos os medos para trás e sermos capazes de confiar na vida e deixar fluir.

Nesta fase o tema central é a confiança na mudança.

Numa perspetiva de vida individual, este é um período em que mesmo que as preocupações ocupem com frequência a sua mente, deve aprender a confiar, a deixar fluir a vida em si. Nesta fase deve entender que muitas das situações da sua vida, não estão sob o seu controlo, logo é importante confiar na vida e que a mesma tem um propósito inteligente, mesmo que esteja além da sua compreensão.

Numa perspetiva de vida relacional, este é um período que trará a necessidade de entendimento e mais tolerância, bem como capacidade de entendimento do outro. Portanto nesta altura recomenda-se que pratique a diplomacia e saiba colocar-se no lugar da outra pessoa, mas sem se anular. É também um período que pede a pacificação de relações que estejam em conflito, através do perdão.

Numa perspetiva de vida profissional, este será um período propício ao estabelecimento de novas parcerias e associações, sendo portanto uma altura em que a união harmoniosa e justa de força levará, a um maior e melhor crescimento de ambas as partes.

Deixo uma citação de Omraam Mikhaël Aïvanhov:
«O riso do sábio é o riso da liberdade. Aquilo que o sábio compreendeu libertou-o dos fardos inúteis da existência, para o projetar até às regiões onde brilha um sol eterno.
O maior desejo do sábio é transmitir, aos que vivem perto dele ou que vêm visitá-lo, essa sabedoria que ele conquistou à custa de tanto esforço. Mas é necessário muito tempo para eles conseguirem assimilá-la! Por isso, a única coisa que o sábio pode comunicar de imediato é a alegria que lhe advém dessa sabedoria, a alegria que enche o seu coração, que transborda do seu coração, e o seu riso é a expressão dessa alegria, a que também podemos chamar amor.»


Para um maior detalhe e personalização da análise, recomenda-se a consulta do mapa astrológico individual.

Jorge Carvalho - Orientação Astrológica
Encontre-se, Entenda-se, Construa o seu Caminho!!
Torres Vedras, Lisboa, Online.
910 524 064
jdgcarvalho@gmail.com